As 5 espadas mais famosas e mortais de todos os tempos

Todos os amantes de qualquer RPG com temática medieval devem estar familiarizados com a arma mais comum encontrada nestes cenários: a espada.


As espadas constituem um dos mais antigos tipos de armas desenvolvidos pela humanidade, e algumas delas ficaram muito famosas entre personalidades históricas. Vamos ver neste pequena postagem algumas das mais famosas e mortais de todos os tempos.

1 - A espada de William Wallace



A espada do herói escocês do filme Coração Valente conhecido por liderar uma resistência de guerreiros contra a Inglaterra durante a Guerra da Independência. Ele foi nomeado Guardião da Escócia e levou uma infantaria de soldados que combateram os inimigos em combate corpo a corpo. A espada de William Wallace é um item que mede 132 centímetros, pesa 2,7 quilos e é o item de guerra usado na Batalha deStirling Bridge, em 1297 e a batalha de Falkirk, em 1928. Segundo as lendas contadas, a espada foi modificada em diversos momentos. Muitos afirmam que partes do couro da arma eram feitas da pele humana dos inimigos de William. A espada de Wallace se encontra no Museu Nacional, em Sterling, na Escócia.

2 - A espada de Napoleão


A espada de Napoleão é bem famosa e entrou, junto de seu dono, em conflitos e guerras com grandes potências europeias. Segundo historiadores, o líder foi um gênio militar e um homem que fez fortes contribuições para a arte da guerra. Ele era muito conhecido pelos inimigos por empunhar sempre uma espada e uma pistola, tudo bem confeccionado e com os melhores materiais. O artefato de guerra do líder sempre foi passado de geração a geração, sem nunca sair das mãos da dinastia Bonaparte. Foi então que em 1978, a espada foi declarada tesouro nacional da França e leiloada para uma pessoa que não foi identificada.

3 - A katana de Tomoyuki Yamashita


Essa espada foi empunhada pelo famoso “Tigre da Malásia”, o general do exército imperial japonês Tomoyuki Yamashita. A arma foi entregue para o General Yamashita, junto com seu exército, no ano de 1945, em 2 de setembro, com a rendição dos japoneses. Atualmente, ela se encontra guardada no Museu Militar de West Point, nos EUA. A lâmina ficou famosa porque foi fabricada pelo histórico Fujiwara Kanenaga, entre 1640 e 1680.

4 - A espada de Sete Braços


A Dinastia Baekje foi um antigo reino localizado no sudoeste da Coréia. No seu auge no século 4, as colônias Baekje controlavam a China e a maior parte do oeste da Península Coreana. Eles foram um dos Três Reinos da Coréia, juntamente com Koguryo e Silla. Em 372, o rei Geunchogo de Baekje homenageou o rei oriental Jin e acredita-se que uma espada de sete braços foi criado e dado ao rei como um sinal de louvor. A arma é uma espada de ferro de 74,9 centímetros de comprimento com seis saliências laterais, que surgem ao longo da lâmina central, que é 65,5 centímetros. A espada foi desenvolvido para fins cerimoniais e não foi construído para a batalha (óbvio!). Em 1870, um sacerdote xintoísta chamado Masatomo Kan descobriu duas inscrições na espada. Uma delas afirma: “Ao meio-dia no décimo sexto dia do décimo primeiro mês, no quarto ano da era Taiwa, a espada foi feita do mais duro aço. Quem usar esta espada repelirá 100 soldados inimigos de uma só vez”. Esta espada é um importante elo histórico que mostra que a relação existente entre os países da Ásia Oriental na época. Ela está no Santuário de Nara Isonokami de Japão. Não está em exposição ao público.

5 - Sabre curvo de San Martín



O general argentino José de San Martín foi considerado um general e um dos principais líderes mais famosos e importantes da luta pela liberdade da América do Sul.San Martín guerreou pelo exército espanhol, enfrentando as tropas de Napoleão. A espada do cara era um sabre curvo comprado em Londres e foi muito elogiada e mantida em memória ao grande homem e vista como um poderoso arsenal de batalha.

Fonte: www.fatosdesconhecidos.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário