Novo D&D: a campanha Tirania dos Dragões

Já é sabido entre toda a comunidade rpgistica sobre o lançamento mais esperado dos últimos anos: o novo Dungeons & Dragons, também chamado de D&D Next ou D&D 5ª Edição. É sabido também que o cenário de campanha básico dos livros será o famoso Forgotten Realms. O que vou falar neste post é a história envolvida nas aventuras iniciais, o pano de fundo deste grande lançamento. 
Então vamos lá: os dragões e seus aliados ameaçam a Costa da Espada e o Norte, mas por que agora e para que fim? Começa a Tirania dos Dragões, ou Tyranny of Dragons.



Um dragão branco saqueia caravanas rumo ao norte para o Vale do Vento Gélido. Nas Fronteiras Prateadas, um dragão vermelho desdenhoso queima uma cidade que se recusa a pagar o resgate de um rei. Em outros lugares, bárbaros adoradores de dragões atacam navios mercantes de Neverwinter, enquanto pagãos mascarados se infiltram em uma nobre vila de Waterdeep, assassinando seu senhor e roubando um artefato dracônico.

Os dragões e seus aliados ameaçam a Costa da Espada e o Norte, mas por que agora e para que fim?

Durante anos, o maligno Culto do Dragão tem se dedicado à criação de dragões mortos-vivos em uma vã tentativa de cumprir uma antiga profecia. No entanto, os cultistas foram equivocados e interpretaram mal a profecia. Mas agora, sob nova liderança, o culto acredita que a profecia não fala de dragões mortos-vivos, mas de um império dracônico que havia sido extinto há 25 mil anos. Tiamat, a rainha dos dragões malignos, definhou nos Nove Infernos por milênios. O culto acredita que o tempo de sua volta está próximo.

O culto tem um novo rosto e uma nova missão. Destina-se a libertar Tiamat dos Nove Infernos e trazê-la para os Reinos Esquecidos. Para conseguir seu objetivo, o culto precisa de cinco antigas máscaras de dragão e o apoio de dragões maus em todos os lugares. Os líderes, chamados de Dragon Whisperes", já estenderam suas mãos para os dragões do mal da Costa da Espada e obtiveram a sua fidelidade.

Enquanto isso, os dragões malignos em conluio com o culto procuram acumular um tesouro digno de sua Rainha da Escuridão, e não por saquear os seus próprios tesouros (é claro), mas por roubar dinheiro de cidades, caravanas, dragões honrados, navios mercantes e outros fontes. Sua caça voraz pelo tesouro lança a Costa da Espada no caos. Neverwinter, Waterdeep, Portão de Baldur. Nenhuma cidade está a salvo de suas depredações.

A situação é terrível. No entanto, a Costa da Espada está longe de ser indefesa. Facções poderosas estão prontas para levantarem-se e pôr fim à tirania dos dragões. Aventureiros de todo os Reinos devem juntar forças para enfrentar Tiamat, destruir o Culto do Dragão, e impedir o surgimento de um novo império dracônico. Em suas mãos, o futuro aguarda.

Começando em 14 de agosto, este mega evento engloba não só a nova edição do Dungeons & Dragons, mas também outras mídias como videogames e boardgames. O lançamento acontece com Hoard of the Dragon Queen e segue até The Rise of Tiamat.


Dia 19/08/2014 - Hoard of the Dragon Queen (O Tesouro da Rainha Dragão)
Lute contra a guerra contra a opressão dos dragões nesta aventura. Em um lance audacioso para o poder do Culto do Dragão, juntamente com seus aliados dragões e os Magos Vermelhos de Thay, eles procuram trazer Tiamat de sua prisão nos Nove Infernos para Faerun. Para este fim, eles estão varrendo cidade em cidade, devastando a todos aqueles que se opõem a eles e recolhendo um tesouro de riquezas para a sua rainha maligna. A ameaça de aniquilação se tornou tão terrível que grupos tão díspares como os Harpistas e os Zhentarim estão se unindo na luta contra o culto. Nunca antes a necessidade de heróis foi tão desesperadora.


Dia 21/102014 - The Rise of Tiamat (A Ascensão de Tiamat)
O Culto do Dragão leva adiante a cruzada profana para trazer Tiamat de volta para os Reinos, e a situação torna-se mais perigosa para as pessoas boas a cada momento que passa. A batalha se torna cada vez mais política quando oportunidades para reunir aliados e ganhar vantagem se apresentam. De Waterdeep para o mar de gelo em movimento para Thay, é uma corrida contra o mal. A opressão da tirania dracônica está mais forte. Ganhando ou perdendo, as coisas nunca mais serão as mesmas novamente.

Até a próxima.

Um comentário:

  1. Acho incrível a forma de marketing que D&D usa. Essas mega campanhas unem todos os jogadores em torno de um único tema e ajuda a divulgar o jogo.

    ResponderExcluir