História Completa do D&D: Parte 3

Saudações!

Continuando nossa saga, vamos chegando a fabulosa e transformadora década de 80 (as crianças que me desculpem, mas só quem viveu nessa época sabe!). O AD&D apareceu com tudo e atropelou e conquistou seu espaço no cenário mundial, literalmente.

Segue:

1977 - A produção do AD&D

Considerando que a invenção do D&D foi o trabalho do agradável relacionamento entre Gygax e Arneson, podemos considerar E. Gary Gygax o pai indiscutível e exclusivo do AD&D. Ele deu início a uma nova era, lançando uma coletânea de monstros em um livro de capa dura sob o selo Advanced Dungeons & Dragons (AD&D): era o Monster Manual (Manual dos Monstros, setembro de 1977). Além disso, o irmão de Brian BlumeKevin, juntou-se como chefe do departamento financeiro da TSR



Em meados de junho 1978, a TSR lançou a primeira edição do Players Handbook (Livro do Jogador), e este foi considerado o verdadeiro nascimento do AD&D. Neste ano também foram lançados os primeiros módulos (também conhecidos como “módulos preto e branco”). O primeiro módulo oficial foi o G1 - Steading of the Hill Giant Chief, que marcava o início da série envolvendo gigantes e a seguir, a série dos drows, todos lançados em 1978


No mesmo ano, o infame S1 - Tomb of Horrors deixou a gráfica e foi para as lojas. Todos os sete módulos de aventura deste ano foram escritos por Gary Gygax. Por quase um ano, os jogadores tiveram que se virar sem as regras para Dungeon Masters (DMs). Até que finalmente, em maio de 1979, o conjunto de regras básicas (que viriam a se tornar os 3 livros básicos do jogo até os dias de hoje), foi concluído com o lançamento do Dungeon Masters Guide


Ainda em 1979, os torneios oficiais de AD&D foram realizadas em convenções, cada um com um módulo de aventura única: The Lost Tamoachan foi utilizado no evento Origins '79 e The Ghost Tower of Inverness foi jogado na Wintercon VIII (Detroit, novembro de 79). Ambos os livros estão entre os itens de AD&D mais procurados e valiosos até hoje. Outros módulos oficiais continuaram a serem lançados pela TSR, como T1 - The Village of Hommlet S2 - White Plume Mountain, o primeiro módulo de AD&D que não foi escrito por Gygax, mas por Lawrence Schick.

1979 - O caso Egbert

Em 1979, o D&D recebeu grande cobertura na mídia, quando o estudante universitário e jogador James Dalles Egbert III, desapareceu sem deixar rasto. Rumores foram espalhados, sugerindo que Egbert morreu em um incidente envolvendo a criação de uma versão live-action de D&D, que provavelmente fora encenada nos complexos de esgotos da universidade onde estudava. Egbert retornou mais tarde, vivo e sem nenhum arranhão, mas a lenda havia nascido e o jogo tinha sido promovido livremente nas mídias mais importantes da época.

1980 - O “Big Bang” do RPG

Até o final de 1979, a TSR já empregava mais de cem pessoas. O ano de 1980 trouxe uma mudança no layout das capas dos livros. Os módulos deixaram de serem produzidos em P&B e ganharam ilustrações ricas e coloridas. E pela primeira vez, um cenário de campanha oficial para AD&D foi lançado. Era a própria campanha de Gary Gygax, que foi lançado ao público com o nome World of Greyhawk. Greyhawk tornou-se um marco inspirador e foi um cenário de campanha muito popular não só na juventude do jogo mas também ao longo de suas expansões, somente perdendo um pouco seu status no final da década de 1990, como a própria TSR



Em 1980 e 1981, vários módulos foram lançados para atender a crescente popularidade do AD&D. Está entre eles a primeira aparição de David "Zeb" Cook como designer do AD&D. E finalmente, a série gigantes/drows foi concluída com Q1 - Queen of the Demonweb Pits. Nesse mesmo ano, houve também o lançamento de outros materiais de capa dura, como Deities & Demigods e no ano seguinte a recém-criada seção britânica da TSR lançou o Fiend Folio na convenção GamesFair. Continuando em 1980, a Role Playing Game Association (RPGA) foi formada, esta que viria a tornar-se a maior associação de jogadores dos EUA.



No próximo episódio: a primeira crise (não, não é a Crise nas Infinitas Terras!).

Nenhum comentário:

Postar um comentário