RPG Nacional: Elementum

Greatings comrades and maidens!

Navegando por águas misteriosas (não, não é resenha de filme), encontrei esta resenha no blog Dungeon Compendium, do Igor "Corvus Corax" Sartorato. É sobre um RPG indie que está pintando por aqui. Faça um download do livro, é grátis e você pode se surpreender como eu tenho me surpreendido com a maioria dos materiais nacionais que está surgindo por aqui. Sem mais a acrescentar, vamos ao texto do Igor:



Isso na verdade não tem nada a ver com D&D (que é o principal assunto desse blog), e talvez “novo” também não seja o termo mais correto. Mas o fato é que um grande amigo meu finalmente terminou a versão beta teste de seu jogo, e pediu para que eu espalhasse a notícia aos quatro ventos (ou seria elementos?).
Elementum é um jogo que tem quase 10 anos de história, durante os quais seu autor o escreveu, re-escreveu, alterou o sistema várias vezes, chegou a tentar adaptá-lo aos sistemas GURPS e D20, e por fim chegou à versão que existe hoje. Mas é melhor vocês ficarem sabendo da história pelas próprias palavras do autor:

Este texto que você tem em mãos é uma versão de teste, ou beta, do Elementum RPG e é fruto de 2 anos de reflexão, idéias e trabalho. Mas o projeto para este jogo começou muito antes, há mais de 10 anos. Na época eu já era um jogador de RPG regular e já tinha criado um ou dois sistemas próprios, apenas por diversão, quando tive contato com um jogo do antigo Super Nintendo, chamado Chrono Trigger. O visual e a mistura de elementos deste jogo me inspiraram a criar um cenário próprio e que acabou gerando um conjunto de regras próprio. 
Desde então o cenário/sistema de Elementum vem sendo criado, modificado, abandonado, recriado, apagado e reescrito inúmeras vezes. Da idéia inicial pouco restou, além do nome e das premissas fundamentais do cenário: fantasia, magia e os quatro elementos. O conjunto de regras foi reescrito do zero pelo menos cinco vezes, e cada novo sistema era completamente diferente do anterior. Já tentei adaptá-lo para sistemas existentes, mas o resultado final nunca me agradava. Muitas vezes pensei em largar de vez esse projeto, mas sempre acabava voltando a ele por alguma razão. 
E finalmente, depois de tudo isso, cheguei a esta versão que você está prestes a ler. Não que eu esteja satisfeito, longe disso, mas graças ao incentivo de pessoas valiosas e do grande movimento de jogos independentes que surgiu na internet, resolvi disponibilizar este Beta do jogo, para que pudesse ser jogado e testado por outras pessoas. 
As influências e referências acumuladas que me trouxeram até este texto foram inúmeras, muitas delas mais antigas que aquele jogo de videogame que disparou tudo isso, mas duas merecem ser citadas: o sistema PDQSharp, de Chad Underkoffler, e o sistema FATE (Spirit of the Century e Diaspora), de Fred Hicks e Rob Donoghue, que me deram idéias para várias mecânicas. Isso sem falar nos livros, músicas, quadrinhos, filmes, jogos (eletrônicos ou não), séries, programas de TV e textos que eu consumi ao longo da minha vida e que estão, ao menos em parte, representados aqui. É muito provável que você reconheça boa parte destas influências. 
Espero sinceramente que Elementum seja divertido para você jogar e que permita a você passar muitas horas agradáveis, sejam em aventuras curtas, sejam em grandes campanhas. Sendo ou não, gostaria muito de receber a sua opinião sobre o jogo e como foi para você e o seu grupo a experiência de jogá-lo. Esse retorno é fundamental para mim, para que eu possa aparar as arestas e acertar os detalhes. E se você achar este jogo uma verdadeira porcaria não tenha medo de me dizer o porquê. Começar tudo de novo não será nenhum problema para mim! Toda a crítica é bem vinda. 
Boa leitura!

O autor, Vitor Antonio Nardino, não só é responsável pelo sistema e cenário, como também pela arte presente nessa versão beta. Tanto o texto do livro, como suas ilustrações, estão sob uma licença Creative Commons. Confesso que não li o livro inteiro ainda em sua versão atual, mas acompanhei a construção desse jogo em vários momentos anteriores, chegando mesmo a jogá-lo em um playtest. O cenário é muito interessante, me lembrando um pouco Avatar: The Last Airbender (apesar da história ser anterior a esse desenho animado), talvez pela temática ligada aos quatro elementos.
Ficou curioso? Então não espere mais e faça o download gratuito de Elementum neste link!

Nenhum comentário:

Postar um comentário