Clássicos SciFi: Cyberpunk 2020

Heil hell!!!
O véio mestre do lado negro está de volta pra mostrar um RPG de ficção científica mais negro ainda: Cyberpunk 2020.
Lançado por volta de 1996 pela Devir, o cenário é um futuro sombrio, lá por volta de 2020, dãaa. Nesta ambientação, corporações diabólicas, gangues cibernéticas assassinas e monstruosidades tecnológicas se encontram tentando não apenas vencer, mas sim sobreviver.
Pra começar, você tem a opção de escolha de nove arquétipos para seu personagem:
  • Roqueiros: heróis rebeldes.
  • Solo: soldados cibernéticos.
  • Netrunners: hackers cibernéticos.
  • Técnicos: mecânicos e doutores renegados.
  • Mídias: repórteres atrás da verdade.
  • Policiais: o homem da lei.
  • Executivos: homens de negócios.
  • Atravessadores: negociantes das ruas.
  • Nômades: guerreiros das estradas.
Os atributos de personagens são: Inteligência, Reflexo, TEC (Habilidade Técnica), Autocontrole, Atratividade, Sorte, MOV (Capacidade de Movimento), TCO (Tipo Corporal) e Empatia. Na criação, há um caminho a ser seguido chamado fluxo da vida, que mostrará como ele se relaciona no mundo cyberpunk.
Outra atratividade no jogo são os equipamentos disponíveis que não deixam a desejar a nenhum GURPS da vida. As opções vão desde videojaquetas até coletes à prova de tiro de canhão! Mas o que mais chama atenção são os implantes cibernéticos. Há mais de 120 tipos de implantes que melhoram o corpo em tudo, desde uma ciberperna pra pular de um prédio sem se machucar até melhorias genéticas capazes de lhe transformar num super-humano. Mas cuidado, pois o vício em implantes poder trazer surpresas desagradáveis ao usuário.
O sistema de jogo usa dados de 6 e 10 faces. É fácil, dinâmico e realista o suficiente pra tornar o jogo o mais eficiente e o roleplay mais real. Com esta simplicidade, o sistema de combate, chamado Tiroteios de Sexta a Noite, torna as cenas de ação como uma das melhores já produzidas para jogos de RPG. E ainda, pra época em que foi escrito, o conceito de Internet deste jogo não estava muito diferente do que vemos hoje em dia, pois dependemos quase que totalmente da rede pra fazermos de tudo hoje em dia.
Bom, é isso netrunners. Fazia tempo que queria falar sobre este clássico e fica aqui a dica pra quem quiser experimentar. É um ótimo jogo.

Imagens retiradas da Internet.
________________________________________________________
Dark Master: Jogador das antigas que resolver dar uma mão, ou duas, aos criadores desta fúnebre sociedade. Que as larvas e vermes da podridão devorem suas mentes e que o oculto e obscuro lado negro das profundezas de sua alma venha a tona.

4 comentários:

  1. Nossa, naquela época 2020 parecia tão distante... e olha só, já estamos quase lá. CP 2020 é um dos melhores cyberpunks que já joguei.

    ResponderExcluir
  2. Também acho clérigo. O Dark Master falou tudo quando disse sobre a internet. Um dia fora do ar e já entramos em pânico.
    Me lembro do Duro de matar 4...

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho esse livro e as vezes chego com fichas prontas e chamo o pessoal para jogar e relembrar os velhos tempos, onde o estilo é tudo!!!

    ResponderExcluir
  4. Penso que a temática voltada para as redes, intranets e realidade virtual são o ponto forte desse RPG. Uma interessante visão futurista punk.

    ResponderExcluir