Desafio RPG: Dia 12

Continuando o desafio:

Dia 12 - Um RPG que todo mundo deveria jogar: Vou fazer um lobby agora, mas é porque eu já jogava este jogo em 1997 quando comprei o livro, para dar uma quebrada no ritmo das nossas aventuras de AD&D, que estavam no auge, e também espairecer a cabeça em regras diferentes. Estou falando do Tagmar.
Com regras diferenciadas (um tanto complicadas, mas pega-se o jeito), acho que todos deveriam conhecer o jogo. Ele me trouxe conceitos inovadores na época, como as tabelas de danos críticos onde o famoso bordão do meu grupo aparecer, "Vinte Vinte Mata". Hehe. Bons tempos aqueles. Acho que todo mundo deveria conhecer, principalmente por ele agora estão em sua nova versão e ser de "grátis". É só acessar http://www.tagmar2.com.br/ e conhecer. Abraço.

Dia 01 – Meu primeiro RPG
Dia 02 – Meu personagem favorito
Dia 03 – Um jogo que é subestimado
Dia 04 – Aquele joguinho que você joga, mas ninguém sabe.
Dia 05 – Personagem com o qual mais me identifico
Dia 06 – O personagem mais chato
Dia 07 – Meu casal de personagens favorito
Dia 08 – A melhor trilha sonora
Dia 09 – O jogo com a cena mais triste
Dia 10 – A melhor jogabilidade (ie. Elegância de regras)
Dia 11 – O melhor RPG adaptado de outra mídia
Dia 12 – Um RPG que todo mundo deveria jogar
Dia 13 – Um RPG que vale um rank de 5 estrelas
Dia 14 – O melhor MMORPG
Dia 15 – Uma screenshot/foto do que estou jogando agora/ atual campanha
Dia 16 – RPG com a melhor cena cinematográfica
Dia 17 – Meu antagonista favorito
Dia 18 – Meu protagonista favorito
Dia 19 – Cenário ou local de um RPG que eu gostaria de viver
Dia 20 – Meu gênero de RPG favorito
Dia 21 – RPG com a melhor história
Dia 22 – Um jogo que me desapontou
Dia 23 – RPG com o melhor gráfico ou estilo artístico
Dia 24 – Meu clássico favorito
Dia 25 – Um RPG que eu planejo jogar
Dia 26 – Melhor atuação em jogos
Dia 27 – A cena mais épica ever…
Dia 28 – RPG que eu achei que não ia gostar mas acabei amando
Dia 29 – Meu desenvolvedor de jogos favorito
Dia 30 – Meu RPG favorito de todos os tempos

Nenhum comentário:

Postar um comentário