Regras In-Úteis: Usar ou não Power Cards

Olá irmãos de armas. Como venho observando há algum tempo, o D&D 4 não conquistou muitos adeptos. Os motivos são vários, desde a falta do fator interpretativo como também porque uma simples batalha com um bando de kobolds mixurucas pode levar horas.
O que não devemos negar é: que é travado é, mas que funciona muito bem dentro de seus conceitos funciona. Digamos que, apesar de termos de ficar somando e subtraindo, calculando e medindo, o sistema funciona muito bem. Pra mim, é uma questão de gosto. Quem nunca gostou de jogar WAR?
Estratégia pura, e algumas vezes alguns amigos até inventavam alguma regrinha ou objetivo para incrementar o WAR. E é aqui que eu digo: porque não adaptarmos o D&D 4 de acordo com nossas necessidade?
Então faremos o seguinte, a partir de hoje, vou postar várias opções de incrementação nas regras do D&D 4 afim de torná-lo mais maleável tanto para mestres quanto para os jogadores. Estou aberto a sugestões e críticas, lembrando ainda que você usa apenas se quiser.
Vamos começar com uma coisa que enche o saco quando se trata de espaço. Os Power Cards.
Como diria minha namorada "que cartinhas bonitinhas". Mas é só isso. Ninguém está jogando Hero Quest pra ficar com um monte de cartas na mão (cara, adoro Hero Quest!). Acho que um monte de cartas não ajuda, apenas confunde a cabeça do jogador, fora ainda a demora quando o dito cujo fica pensando que poder lançar. Dá até dor de barriga no mestre. Foi aí que o Loco Motive desenvolveu uma planilha que pode ser usada para colocar os ataques e poderes de seu personagem.
Ele simplifica muito as coisas, pois mostra com clareza e rapidamente apenas o que você precisa, e você pode também colocar os ataques básicos, sem ter que ficar refazendo cálculos toda rodada de combate.
Você pode fazer um download em PDF clicando aqui ou na imagem acima em JPEG.
Bom, espero que estas idéias facilitem seu jogo e façam do D&D 4 um jogo de RPG, e não apenas de estratégia.
Até a próxima.
________________________________________________________

Licença Creative Commons

A obra Planilha de Ataques e Poderes para D&D 4 de Sociedade dos Rpgistas Mortos foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Partilha nos Mesmos Termos 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em sociedadedosrpgistasmortos.blogspot.com.

________________________________________________________
Dark Master: Jogador das antigas que resolveu dar uma mão aos criadores desta fúnebre sociedade. Que as larvas e vermes da podridão devorem suas mentes e que o oculto e obscuro lado negro das profundezas de suas almas venha a tona.

2 comentários:

  1. Uma coisa eu não entendo.

    De onde as pessoas tiram que a 4th edition tirou o "fator interpretativo" de D&D?

    Ele está aonde sempre esteve. Está nos aligments. Nas descrições das Raças. Está na descrição dos cenários. Está nos concepts das classes. Esté por todos os livros e suplementos. Basta o jogador e o mestre usarem. O sistema não mudou isso.

    Claro que combate e tática fazem parte de D&D, sempre fizeram, agora só está mais detalhado (que aliás era uma coisa que pediam antigamente, mas as pessoas sempre querem o que não podem ter, não é verdade?).

    Enfim, a verdade é que as pessoas querem ser diferentes. Se algo está fazendo sucesso, elas metem o pau para falar que é ruim por causa disso ou aquilo. Algum zé mané falou que D&D é só porrada e aí os outros zé manés copiam e falam a mesma coisa sem parar para analisar bem o jogo e como as pessoas jogam ele.

    ResponderExcluir
  2. Concordo com você Diogo. É o cantor? hehe...
    Acho que essa planilha aí ajuda a agilizar as coisas, mas sem tirar a parte tática do jogo, que cá entre nós, funciona perfeitamente e muito bem. A mecânica é fantástica e possibilita mil e uma variâncias.
    E outra, eu mesmo já cansei de defender o jogo, mas é o que vc disse: virou "modinha" meter o pau no jogo ao invés de apenas jogar.

    ResponderExcluir