Forgotten Books: RPG Aventuras Fantásticas

Olá irmãos de armas. Como este é meu primeiro post para o blog, resolvi falar sobre o primeiro RPG publicado no Brasil. Isso mesmo, ele foi o primeiro sistema que surgiu em nossa Terra Brasilis e ensinou muito marmanjo a jogar (e ainda ensina): trata-se do RPG Aventuras Fantásticas.
Tudo começou em 1984 quando a editora carioca Marquês Saraiva lançou os pequenos livros da série "Livros-Jogos Aventuras Fantásticas" (Fighting Fantasy no original e de autoria dos eternos parceiros Steve Jackson e Ian Livingstone). Naqueles livros, você podia interferir na história e mudar seus rumos. Uma coisa totalmente diferente pra quem estava acostumado a ver o Bozo na televisão. A série foi um sucesso de vendas e abriu caminho para pesos pesados como Dungeons & Dragons e GURPS.
Bom, voltando ao livro em foco, ele usa uma linguagem clara e muitos exemplos, ensina aos iniciantes sobre o funcionamento dos RPGs, as diferenças dos jogos comuns e o papel do mestre. Cada personagem tem apenas três atributos: Habilidade, Energia e Sorte. A habilidade é a medida de sua destreza e inteligência, e todas as ações voluntárias do aventureiro são baseadas em sua Habilidade. Energia é a medida de sua resistência física, e irá cair cada vez que o personagem for ferido. E a Sorte, que é usada para verificar se o heróis escapa de perigos que seriam inevitáveis através da Habilidade.
Um sistema simples como este é ótimo para iniciar um rpgista, mas cedo ou tarde ele irá querer mais. Assim surgiu Dungeoneer - Aventuras Fantásticas Avançadas. Aqui, as regras básicas de Habilidade, Energia e Sorte continuam valendo, mas ele traz muitas regras avançadas como perícias com armas e magias. Novos monstros também povoam as páginas, quase todos extraídos dos livros-jogos. E sempre dando atenção aos jogadores novatos, conta com duas aventuras prontas.
Em Blacksand, muito mais regras avançadas e opcionais são apresentadas, porém estas aproveitam e se mesclam ao cenário: o temível Porto Blacksand, uma cidade repleta de ladrões, piratas, armadilhas e toda a escória do planeta.
Outros suplementos:
O Saqueador de Charadas - Aqui o mestre irá encontrar quatro grandes aventuras interligadas onde os heróis enfrentam um vilão trapaceiro e cheio de truques.
Out of the Pit - Saídos do inferno, é um catálogo com quase todos os monstros que já pintaram nos livros jogos, todos explicados e ilustrados.
Titan: O mundo de Aventuras Fantásticas - Descreve o planeta imaginário onde acontecem as aventuras de fantasia medieval da série (olha a capa deste livro, soberba).
Não há dúvida que, graças ao pioneirismo desta série, o RPG encontrou mais facilidade para entrar em nosso país. Na minha opinião, nenhum novato hoje em dia daria a mínima pra série, mas nossa velha guarda Old School mantém um carinho especial com o primeiro RPG lançado no Brasil.
No meu próximo post, falarei sobre um romance baseado em Titan lançado por aqui: As Guerras de Trolltooth.
Até lá.


Imagens retiradas da internet.
________________________________________________
Dark Master: Jogador das antigas que resolveu dar uma mão aos criadores desta fúnebre sociedade. Que as larvas e vermes da podridão devorem suas mentes e que o oculto e obscuro lado negro das profundezas de suas almas venha a tona.

7 comentários:

  1. com certeza, essa foi a base de muitos rpgistas!
    otima escolha de postagem dark master (DM? hehe)

    tenho uma duvida: ate onde eu saiba, o primeiro destes livros saiu em 1989 aqui no brasil (ainda assim, antes do gurps e do D&D).
    esta correto?

    vou procurar um pouco mais sobre isso
    abraço!

    ResponderExcluir
  2. Que eu saiba é de 84 sim , Rafael. Mas me corrija se estiver enganado. Valeu pelo apoio.

    ResponderExcluir
  3. A Jambô está republicando diversos desses livros, escritos originalmente pelo Steve Jackson (criador do Gurps)
    Mto bacana!

    ResponderExcluir
  4. é q em 84 saiu nos estados unidos, por isso acho meio dificil um lançamento tão em cima.mas nao posso confirmar. perguntei no site Aventuras Fantasticas, e me responderam "acho que 89".

    ainda nao tenho certeza. baixei o RPG do Av. Fant. e nao consta data da edição brasileira

    ResponderExcluir
  5. Frodo, você está ligeiramente enganado.
    O Steve Jackson do GURPS é outro cara. Americano do Texas.
    Este Steve Jackson é inglês, fundados da cadeia editorial Games Workshop.
    E Rafael, também continuo tentando descobrir a data.
    Valeu.

    ResponderExcluir
  6. Ahahaha sério? Eu jurava que era o mesmo cara! Hahahah Qual a probablidade de dois caras com o mesmo nome se tornarem famosos no RPG? rsss
    Obrigado pelo esclarecimento.

    ResponderExcluir
  7. Blacksand:

    Ultimamente uma das coisas que mais tenho gostado de fazer é o resgate de memórias. Isso fica mais fácil quando obtenho contato com algum objeto de minha infância/adolescência.
    Foi exatamente o que aconteceu quando encontrei esse livro, por 5 dilmas em frente ao metro da carioca aqui no RJ. Lembrei-me de uma época, lá pela 6ª série do ensino fundamental, quando me reuni com um grupo de colegas para tentar jogar RPG na escola.
    Esse grupo não durou muito, mas mesmo assim foi divertido.
    Na época, já colecionava quadrinhos e não me sobravam muitos recursos para adquirir esse tipo de literatura.

    ResponderExcluir